Sobe número de vítimas no Japão; cresce temor de contaminação nuclear


Sobe para 686 o número de mortos no terremoto do Japão

O terremoto de magnitude 8,9 na escala Richter, seguido por um forte tsunami, que atingiu a costa nordeste do Japão, deixou até agora 686 mortos, segundo dados oficiais. A mídia local, contudo, reporta ao menos 1.300 vítimas fatais. Outras 1.426 pessoas foram feridas e 642 estão desaparecidas. O governo já admitiu que o desastre deixará mais de mil mortos.

A verdadeira escala da destruição ainda não foi avaliada, mais de 24 horas depois do terremoto, que destruiu estradas e aeroportos, dificultando o acesso à região. Acredita-se que um incontável número de corpos jaz dentre os destroços em vários municípios.

Leia a matéria completa em: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,sobe-para-574-o-numero-de-mortos-no-terremoto-do-japao,690996,0.htm

Além disso, o risco de contaminação nuclear, devido à explosão de reatores, preocupa as autoridades. O acidente é considerado o pior desde Tchernobil.
Leia mais:

Acidente nuclear no Japão é pior na escala desde Tchernobil – http://www1.folha.uol.com.br/mundo/887878-acidente-nuclear-no-japao-e-pior-na-escala-desde-tchernobil.shtml

Nível de radioatividade diminui após acidente nuclear, diz Japão – http://g1.globo.com/tsunami-no-pacifico/noticia/2011/03/nivel-de-radioatividade-diminui-apos-acidente-nuclear-diz-japao.html

 

Anúncios

Sobre zuckerbook

Somos 43 alunos unidos por um ideal

Publicado em 12/03/2011, em Notícias Gerais. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: