Alimentos contaminados por radiação; agências internacionais cobram informações


Hoje, foram registrados níveis de radiação superior ao normal em alimentos, leite e espinafre, no Japão. A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) afirmou que a contaminação é de iodo radioativo e que o governo japonês interrompeu a venda destes produtos. A agência informou também que há risco à saúde humana caso os alimentos sejam consumidos. Ainda nesse sábado, um dos geradores de emergência teria sido restaurado, conseguindo resfriar os reatores 5 e 6. Cabos de energia foram conectados aos prédios de 2 reatores e serão ligados amanhã, depois de uma análise dos equipamentos. O nível do acidente foi elevado de 4 para 5, numa escala que vai até 7. Yukiya Amano, chefe da AIEA, revelou uma preocupação em relação as informações sobre a usina de Fukushima e solicitou um maior volume de informações com mais agilidade, além de declarar que algumns dados emitidos pelo Japão estariam errados. O número de vítimas já se aproxima de 7.000 mortos. Fique Atualizado:

– Japão admite que reação a terremoto e tsunami foi lenta: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,japao-admite-que-reacao-a-terremoto-e-tsunami-foi-lenta,693846,0.htm

– Japão registra primeira contaminação de alimentos por radiação: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/891049-japao-registra-primeira-contaminacao-de-alimentos-por-radiacao.shtml

 

Anúncios

Sobre zuckerbook

Somos 43 alunos unidos por um ideal

Publicado em 19/03/2011, em Notícias Gerais e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: