Japão identifica alta radiação no mar “de Fukushima”


Em um modesto sinal de progresso no complexo nuclear Daiichi, em Fukushima, foi dado início neste sábado a drenagem de poças com elevado nível de radioatividade no prédio da turbina conectado ao reator número 1. Foi iniciada também uma operação para jogar água doce no compartimento de pressão do reator número 2. Ao mesmo tempo, as autoridades verificaram um elevado nível de contaminação na água do mar próximo à usina, mais de mil vezes superior ao permitido.

A mudança de água salgada para água doce para resfriar os reatores, feita há alguns dias, foi necessária para evitar problemas de acúmulo de sal cristalizado nas bombas de transporte de água para resfriamento e sobre a superfície dos vasos dos reatores e das barras de combustível nuclear, o que dificulta o processo de resfriamento, disse a agência.

Nishiyama disse que o vazamento de material radioativo não causa uma ameaça imediata à saúde humana ou ao meio ambiente, uma vez que pode ser dissipado rapidamente nas marés e ser diluído antes de atingir peixes e algas.

Segundo ele, as autoridades não sabem exatamente o motivo do aumento da poluição nuclear. “Substâncias radioativas podem ter sido transmitidas pelo ar, ou água contaminada pode ter escapado da usina de alguma forma”, disse. As informações são da Dow Jones.

Matéria completa disponível em: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,japao-identifica-alta-radiacao-no-mar,697641,0.htm

Anúncios

Publicado em 26/03/2011, em Notícias Gerais. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: