O mundo digital – Grupo 3


“Nos dias atuais pessoas vivem cercadas de um novo processo tecnologico chamodo de “Era Digital”, no qual surpreende a cada dia mais com as suas evoluções, porém existe parte da sociedade descontente com tanta tecnologia.”

(Giulia Maria)

 

“É muito comum ouvirmos as palavras: ‘Ah! Naquele tempo tudo era mais simples’, principalmente dos nosso pais ou avós. Mas será que simplicidade, nesse caso, é sinonimo de facilidade?”

(Mariana Vieira)

 

“Orkut, Msn, Youtube, Twitter, entre outros sites, viraram uma febre na vida dos adolescentes. Para eles tudo está em uma simples “clicada” no computador, porém para os pais, não funciona bem assim.”

(Nathali Dias)

 

Os benefícios da Internet e da era digital

Quando o assunto é o “mundo digital”, surgem na mente várias outras concepções relacionadas a tal realidade dos tempos atuais, como a “Era da Informação”, a velocidade e facilidade de comunicação e atualização, a diversidade dos benefícios (e até desvantagens) que a digitalização em todo o mundo pode oferecer, principalmente a Internet.

Diante de toda essa praticidade e democratização do acesso à informação e comunicação, muitas pessoas passaram a questionar até que ponto essa facilidade é bem-vinda sem que possa prejudicar alguns aspectos simples, como por exemplo a influência da linguagem digital, denominada popularmente “internetês”, na norma culta da linguagem, ou ainda encontrar a informação certa, fundamentada e estudada que se procura, entre tantas outras. A verdade é que, desde que se tenha consciência desses pequenos empecilhos e se saiba evitá-los, a internet e o mundo digital são absurdamente benéficos no uso pessoal e profissional.

Quando o objetivo do uso da internet é uma pesquisa ou busca por conhecimento sobre algo, não é difícil separar o que é válido e confiável do que não é. É certo que o direito de liberdade de expressão e a facilidade da disseminação desse valor através da internet podem muitas vezes disponibilizar conteúdos fajutos ou superficiais, mas o melhor a fazer para evitar esse tipo de problema é procurar pelo que se deseja em sites e autores comprometidos, que entendem do assunto, como por exemplo universidades e estudiosos especialistas no assunto.

Por outro lado, se a preocupação for a possível distorção da língua na norma culta causada pelo hábito da prática da linguagem digital (que faz uso de freqüentes abreviações e apelos fonéticos e simbólicos), a solução é simples: basta ter algum controle para saber distinguir o momento adequado para exercer cada um desses aspectos da língua, até mesmo porque se o usuário da internet dominar essas diferentes maneiras de se comunicar, uma não virá a interferir na outra.

Sendo assim, é inegável que o uso da internet e dos diversos equipamentos digitais (hoje se pode até ler um livro ou assistir TV pelo celular) traz inúmeros benefícios e tendem a ser uma vantagem poderosa para o cotidiano do homem moderno e, além de tudo, são também uma amostra de que o mundo está em constante e veloz evolução.

(Thais Raya)

Perigos do Conteúdo digital

O Brasil tem um dos maiores índices de desigualdade social e possui IDH’s ( Indíce de Desenvolvimento Humano – cujo a função é avaliar diversos aspectos e fatores de qualidade de vida de uma população) muito baixos. Mesmo assim o Brasil está entre os primeiros no ranking Latino Americano de acesso e uso da rede mundial de computadores. A facilidade de acessar a Internet é imensa a ponto de professores passarem trabalhos que no passado demorariam 7 dias, mas que hoje demoram minutos. Até que ponto essa facilidade de acesso a esta grande quantidade de informações é benéfica ao ser humano? Será que a Internet prejudica o conteúdo intelectual da humanidade? O que é certo é que a grande disponibilidade de informações muitas vezes confunde o leitor digital.

Ao ouvir a palavra internet, os seres humanos logo associam a sites de pesquisa como o Google. Esses buscadores não criam ou escrevem os conteúdos de todas as áreas do ensino e da ciência, o que eles fazem é “linkar” (ligar) todas as milhões de informações a respeito de determinados assuntos, publicadas por centenas de milhares de sites e blogs, escritos por indivíduos dos mais variados do mundo todo. Analisando essa situação fica claro a dificuldade de se manter o controle sobre a veracidade e o fluxo de informações contidas na internet.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a ONU (Organização das Nações Unidas) tomou a atitude de criar a Biblioteca Digital Mundial cujo o conteúdo é seguro, visto que são os países que concederam cópias de mapas, fotografias, manuscritos e textos. Este portal já está funcionando e disponível em 7 Línguas, inclusive em português. Aos poucos a Biblioteca Nacional brasileira disponibilizará livros para a consulta. Esse projeto foi criado para garantir as pessoas uma fonte segura de informações.

Chega-se à conclusão de que é preciso tomar cuidado com tanta facilidade e acessibilidade a internet. O mundo digital precisa ser bem aproveitado, pois trouxe facilidade para educação e formação de opinião. Os buscadores também podem ser bem utilizados desde que os textos tenham fontes e veracidade, obtida por meio de comparações à outros textos. A internet não determina o conteúdo intelectual de uma pessoa, são os seres humanos que estão no controle do conhecimento e do conteúdo digital.

(Gabriel Cardoso)



Anúncios

Publicado em 30/03/2011, em Redação. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: