Odontologia: saúde dentária


Oi galera! Me atrasei um pouquinho pra postar, essa semana realmente foi corrida haha. Recebendo sugestões hoje resolvi falar de Odontologia. Apesar de todos saberem que o bachalerado em Odontologia se torna na maioria das vezes, mas há outros campos no mercado de trabalho, então resolvi mostrar pra vocês.

Odontologia é a ciência voltada para o estudo e o tratamento dos dentes, da boca e dos ossos da face. O dentista cuida da saúde e da estética da boca. Restaura, extrai e limpa dentes, projeta e instala próteses e realiza cirurgias. Também previne a cura de doenças da gengiva, da bochecha e da língua. Existem diversas especialidades, como a periodontia (tratamento da gengiva) e a dentística restauradora, voltada para as características anatômicas, funcionais e estéticas dos dentes.Para exercer a profissão é preciso registrar-se no Conselho Regional de Odontologia.

O curso inclui disciplinas da área de saúde e Ciências Biológicas, como anatomia, patologia, fisiologia, histologia, microbiologia, imunologia e bioquímica. As matérias profissionalizantes incluem radiologia, materiais dentários, dentística, endodontia, periodontia, cirurgia e traumatologia, próteses, odontopediatria, ortodontia, entre outras. No segundo ano, o aluno começa a treinar restaurações e demais procedimentos em aulas práticas de laboratório, utilizando um manequim odontológico. A partir do terceiro, passa a atender pacientes na clínica da faculdade. A duração média é de cinco anos. As faculdades PUC-PR, UEM, UFRGS, USP, Unesp, Unicamp, UFPA, UFU, UnB, UFRN, Asces e Cesupa possuem curso de Odontologia bem recomendados.

No mercado de trabalho assim como ocorre na Medicina e em outras carreiras na área de Saúde, a maior parte das faculdades de Odontologia está localizada no sudeste e sul do país. Portanto, nessas regiões, a concorrência é acirrada. Já no Norte, no Nordeste e no Centro-Oeste, há carência desse profissional, o que assinala a má distribuição de cirurgiões-dentistas pelo país.Na área privada, o mais comum é o formado primeiro trabalhar como funcionário em clínicas odontológicas, principalmente nas populares, para depois abrir o próprio consultório. Para o autônomo, as áreas mais aquecidas são a dentística restauradora, a endodontia, a odontopediatria e a implantodontia. Nesses casos, as capitais e as grandes cidades são os melhores mercados. Com o envelhecimento da população, a odontogeriatria também apresenta boas perspectivas.
Salário inicial: R$ 1.530,00 (mais 40% de insalubridade para jornada de 20 horas semanais; fonte: Sindicato dos Odontologistas do Estado de São Paulo).

 

O que você pode fazer?

Clínica geral: Restaurar e extrair dentes. Implantar próteses.

Dentística restauradora: Restabelecer a forma e a função dos dentes, clarear e corrigir sua estética.

Endodontia: Tratar alterações na polpa e na raiz dos dentes.

Estomatologia: Diagnostica e trata doenças da boca.

Implantodontia: Realizar cirurgias e próteses isoladas, parciais ou completas (dentaduras) nos maxilares, utilizando implantes.

Odontogeriatria: Cuidar da saúde bucal do idoso.

Odontologia legal: Fazer exame e perícia judicial e elaborar atestados e laudos técnicos. Identificar cadáveres pela arcada dentária.

Odontologia para pacientes especiais: Atender pacientes com necessidades especiais (pacientes em situação de risco ou que apresentam psicopatologias ou patologias físicas).

Odontologia em saúde coletiva: Atuar em planos de saúde e cooperativas e na montagem de programas de assistência social.

Odontologia do trabalho: Atender pacientes cuja atividade profissional traz risco à saúde bucal.

Odontopediatria: Tratar problemas bucais e dentes de crianças.

Ortodontia: Alterar a mordedura e a posição dos dentes com aparelhos.

Patologia bucal: Fazer exame laboratorial para identificar doenças.

Periodontia: Cuidar das gengivas e dos ossos que dão sustentação aos dentes, fazendo cirurgias, raspagens e outros procedimentos no entorno dos dentes.

Prótese dentária: Projetar e confeccionar próteses de dentes danificados ou substituir os destruídos, restabelecendo funções na mordedura e na mastigação.

Radiologia: Diagnosticar problemas na boca, na face e nos maxilares por meio de imagens de raios X.

Traumatologia e cirurgia bucomaxilofacial: Diagnosticar traumatismos, lesões e anomalias na boca, na face e no sistema estomatogmático (os órgãos que envolvem o sistema de mastigação, como maxilar, mandíbula e gengiva) e fazer cirurgias, implantes, transplantes e enxertos para recuperá-lo.

Anúncios

Publicado em 07/04/2011, em Profissões. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: