Paz: uma conquista impossível? – Grupo 7


“Nunca houve uma guerra boa nem uma paz ruim”. Essa frase, de Benjamin Franklin expressa em poucas palavras a real necessidade da guerra e da paz. Apesar de desnecessária, a guerra está muito mais presente na nossa realidade do que a paz. Porém isso não quer dizer que a paz seja inalcancável, mas que precisamos nos esforçar mais para alcancá-la.

Um dos grandes perturbadores da paz hoje em dia é a religião. Povos de diferentes religiões entram em conflitos por territórios ou monopólio de alguma região em particular. É o que ocorre no Oriente Médio atualmente. Aquilo que foi criado para melhorar a vida dos homens é o que acaba matando muitos deles. Aceitar o outro, saber conviver com o outro é perfeitamente possível, já que existem povos diferentes que vivem próximos pacificamente, como por exemplo, povos de diferentes religiões vivendo no Brasil como um todo. Portanto, a tolerância é essencial para que a paz seja alcançada.

Gabriela Santos Augusto

“Nunca houve uma guerra boa nem uma paz ruim.’’ Essa citação nos mostra que não temos nenhuma vantagem em viver numa guerra, ao contrário, um mundo em paz é um mundo bom de se viver. A guerra só causa gasto demasiado enquanto podiam investir esse dinheiro em educação, saúde, moradias, em direitos de um cidadão.

O fato é que hoje se dá mais importância à fabricação de armamentos, aos avanços tecnológicos, às armas do que às pessoas. Enquanto há fabricação de armas há crianças fora da escola, pessoas sem onde morar e passando fome. Não há nenhuma vantagem em viver em um mundo assim. Todos esses anos a história só nos mostra a quantidade enorme de mortos e os gastos demasiado. Em um mundo que esquece a sociedade e visa a violência, a paz se torna cada vez mais distante.

Isabella Cotting

Para as guerras acabarem, as indústrias delas deveriam acabar também. As indústrias das armas, as quais foi justificada a produção e comércio, pelo direito de legítima defesa que logo se rendeu à lógica capitalista. Essa produção gasta muito dinhero, mas em vez de aplicarem esse dinhero na educação eles preferem criar e ganhar dinhero com armas do que buscar a paz

Juliana Freitas

Anúncios

Publicado em 31/05/2011, em Redação, Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: