Nazismo, algumas definições.


O Nazismo é uma das ideologias mais conhecidas e mais odiadas no mundo. Inicialmente era um partido político, o “National Sozialistische Deutsche Arbeiterpartei” ( National-Sozialistische gerou o termo Nazi ), o Nazismo se tornou uma ideologia, encabeçada por Adolf Hitler, que se tornaria seu líder máximo e hoje simbolo do Nazismo, junto com a Suástica Nazista (ou Suástica Torta).

Raça Ariana
A raça ariana, para os Nazistas, era a raça pura dos povos germânicos. O Nazismo procurava a purificação pela raça ariana, considerando-a raça superior que deveria dominar o mundo. Hitler teorizou que uma nação forte só existiria com uma raça forte, determinando que a Alemanha seria a nação mais poderosa e forte do mundo. Mas isso ia de conflito com os últimos acontecimentos: a Alemanha passava por severas crises políticas e econômicas e havia perdido a Primeira Guerra Mundial, tendo se rendido aos oponentes. Os culpados pela rendição foram a burguesia Alemã que temia uma ascensão do Comunismo na Alemanha, e temia que oque ocorreu na Rússia, que ainda não era a União Soviética, ocorresse na Alemanha. Mas Hitler não poderia culpar a burguesia alemã, que patrocinava o partido Nazista, pela derrota da Alemanha. Foi então que surgiu o grande inimigo do Nazismo, os Judeus, que eram considerados uma raça pura, afinal todo judeu havia nascido de um judeu, sendo a unica “raça” que ameaçava a raça ariana dos germânicos. Quando Hitler assumiu o poder total da Alemanha, os Judeus foram marcados com a estrela de Davi, alem de todas suas dependências.

Totalitarismo
O Nazismo era antiliberal e antidemocrático, apoiando-se no sistema politico do Totalitarismo. Tanto o Fascismo, Nazismo, Nacionalismo de Franco e o Estado Novo de Salazar em Portugal usaram o Totalitarismo como forma de governo.

Suástica e Sol Negro

O uso da suástica era associado pelos teóricos nazistas à sua hipótese da descendência cultural ariana dos alemães. Seguindo a teoria da invasão ariana da Índia, reivindicavam os nazis que os primeiros arianos naquele país introduziram o símbolo, que foi incorporado nas tradições védicas, sendo a suástica o símbolo protótipo dos invasores brancos. Também acreditavam que o sistema de castas hindu tinha sido um meio criado para se evitar a mistura racial.
O conceito de pureza racial, adotado como central na ideologia Nazista, não utilizou nenhum dos métodos modernamente aceitos como científicos. Para Alfred Rosenberg, que procurou emprestar cientificidade às ideias de Hitler, os arianos hindus eram, a um mesmo tempo, modelo a ser copiado e uma advertência para dos perigos da “confusão” espiritual e racial que, dizia, ocorrera pela proximidade das raças distintas.
Com isto, viram-se os nazistas justificados em cooptar a suástica como um símbolo da raça ariana. O uso da suástica seria um símbolo ariano, tempos antes dos escritos de Émile-Louis Burnouf. Assim como muitos outros escritores nazis, o poeta nacionalista Guido von Listam fez acreditar que este era um símbolo exclusivamente ariano.
Quando Hitler criou a bandeira para o Partido, procurou incorporar a suástica e ainda “essas cores veneráveis que expressam nossa homenagem ao passado glorioso que tantas honras trouxe à nação alemã” (que eram o vermelho, preto e branco).
Também declarou Hitler que “o vermelho expressa o pensamento social que está sob o movimento. Branco, o pensamento nacionalista. E a suástica significa a missão a nós reservada: a luta pela vitória da raça humana ariana, e ao mesmo tempo o triunfo do ideal de trabalho criativo em si inerente, que será sempre anti-semítico.” ( Mein Kampf ).
Outro simbolo usado pelo Nazismo foi o Sol Negro, presente no Castelo de Wewelsburg, que no pós-Guerra se tornaria o centro do mundo.

 Mein Kampf
Foi o livro onde Hitler colocou toda ideologia utilizada por ele e pelo Partido Nazista. Era como um plano para o governo que os Nazistas formariam. Nele estão as teorias raciais de Hitler, a superioridade da Alemanha e também sobre o Espaço Vital Alemão. O Livro “A Segunda Guerra Mundial” de Philippe Masson cita que Hitler imaginava por vezes o mundo com 5 grandes impérios: Os EUA dominando as Américas, A URSS voltada para o Oriente Próximo, A Grã-Bretanha com seu Império, o Japão com seu império estabelecido na China e no Sudeste da Asia e a Alemanha dona da Europa.


Anúncios

Publicado em 21/10/2011, em Notícias Gerais. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: