Arquivo da categoria: Profissões

Artes Cênicas


Me ausentei bem aqui mas, voltei e trouxe uma profissão bem diferente e concorrida. 

Artes Cênicas é o conjunto de técnicas usadas na criação, direção, montagem e interpretação de espetáculos artísticos. O profissional de Artes Cênicas utiliza os movimentos corporais e a voz para representar personagens e transmitir ao público histórias, ideias, sentimentos e emoções.

O curso

Há diversos cursos de bacharelado no país. Já no vestibular, ao fazer as provas de aptidão, você precisa demonstrar que leva jeito para a arte de representar. Eles contam com disciplinas teóricas, como história da arte, filosofia, psicologia, literatura dramática, ensino do teatro, entre outras. Nas aulas práticas, você terá técnica vocal, expressão corporal, interpretação dramática, dança, improvisação e caracterização cênica. A maioria das escolas oferece laboratórios de prática teatral focados em interpretação, direção e dramaturgia. Outras ensinam técnicas envolvidas na produção de espetáculos. Em algumas instituições, você deve optar, ainda no vestibular, por uma habilitação específica, como direção, cenografia ou interpretação. Para que o aluno obtenha o diploma, algumas exigem estágio e trabalho de conclusão de curso. Há universidades que oferecem licenciatura em Artes Cênicas ou Teatro para formar professores para a educação básica, bem como para cursos livres. Duração média: quatro anos.

Melhores cursos: UFBA (Universidade Federal da Bahia); UnB (Universidade de Brasília); FAP (Faculdade de Artes do Paraná); UFRJ (universidade Federal do Rio de Janeiro); UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul); Unicamp (Universidade Estadual de Campinas); USP – ECA (Escola de Comunicações e Artes), FEBA-SP (Faculdade de Belas Artes de São Paulo).

O mercado de trabalho

Embora as grandes redes de televisão estejam concentradas no Rio de Janeiro e em São Paulo, há oferta de trabalho para o ator em todo o país. O egresso de um curso  bacharelado ou de um tecnológico encontra trabalho em vários veículos de comunicação, como teatro, TV e publicidade. Em todo o país, o mercado se mantém estável. Fora da televisão, uma alternativa é fazer parte de cooperativas e companhias teatrais já estabelecidas. Nele, os atores apresentam espetáculos em eventos de confraternização e desenvolvem peças que fazem parte de ações de treinamento profissional. Uma área em destaque é a arteterapia, que utiliza recursos artísticos em contextos terapêuticos, em clínicas e hospitais voltados para grupos de terceira idade, crianças e pacientes com doenças graves, como HIV e câncer. Salário inicial: R$ 2.734,53 (ator, professor de teatro, orientador); R$ 2.012,74 (diretor de cena, técnico de som); R$ 60,70 por hora (protagonista); fonte: Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de São Paulo.    

 

O que você pode fazer

Arteterapia: Usar a interpretação como terapia para auxiliar no bem-estar de pessoas idosas e no tratamento de pacientes de grupos de risco.

Cenografia: Conceber o cenário, os objetos e os móveis que serão usados em cena, cuidando das cores e da iluminação, de modo a caracterizar uma época ou um ambiente específico.

Direção teatral: Coordenar todos os elementos envolvidos em uma encenação, da escolha do elenco e definição do figurino à orientação dos atores durante os ensaios.

Dramaturgia: Redigir peças teatrais, seriados, telenovelas, trabalhando individualmente ou em grupo. Adaptar textos documentais, cinematográficos ou literários para a linguagem e as técnicas de teatro ou de TV.

Dublagem: Substituir a fala de personagens de filmes de língua estrangeira, empregando a voz e a entonação adequadas a cada emoção.

Ensino: Dar aulas de interpretação em escolas de Ensino Fundamental e Médio.

Figurino e indumentária: Escolher, elaborar e produzir o vestuário utilizado no cinema, no teatro e na TV.

Interpretação:Representar um personagem, empregando para isso a expressão corporal e facial e a entonação da voz no teatro, na TV, publicidade ou no cinema.

Produção: Viabilizar a exibição de peças ou espetáculos, conseguindo patrocínios, administrando o orçamento, providenciando os locais de ensaio e os materiais necessários à realização da apresentação.

Teoria teatral: Estudar aspectos teóricos e práticos das artes cênicas para elaborar livros didáticos ou fazer crítica teatral em jornais, revistas, rádio, televisão ou sites.

                                    

Anúncios

Direito: uma ciência humana.


Oi gente! Faz tempo que não passo por aqui, mas provões, essa correria toda tava complicado. Devido a isso essa semana vou postar três vezes. Como nessa sábado vamos visitar o Largo São Francisco e a ECA (Escola de Comunicações e Artes) resolvi fazer desses cursos. Como a ECA abrange muitos cursos farei os que mais são concorrido e claro, o da preferência da minha sala. Mas hoje vou falar sobre Direito, nada pessoal, mas muitas pessoas querem fazer.

Direito é a ciência que cuida da aplicação das normas jurídicas vigentes em um país, para organizar as relações entre indivíduos e grupos na sociedade. Zelar pela harmonia e pela correção das relações entre os cidadãos, as empresas e o poder público é a função do bacharel em Direito. Para isso, ele analisa as disputas e os conflitos com base no que está estabelecido na Constituição e regulamentado pelas leis, defendendo os interesses do cliente em diversos campos, como penal, civil, previdenciário, trabalhista, tributário e comercial. Resolve litígios que envolvem indivíduos ou empregados e empregadores.  Defende o meio ambiente, os direitos das minorias e o patrimônio histórico e cultural. Existem duas carreiras distintas para esse bacharel: ele pode atuar como advogado ou seguir a carreira jurídica, trabalhando como advogado público, juiz, promotor de Justiça ou delegado de polícia. Para ser advogado é preciso passar em exame da OAB. Já o candidato a juiz, promotor ou delegado de polícia tem de prestar concurso público. Para se tornar juiz, além do concurso, é necessário ter dois anos de inscrição na OAB como advogado.

O curso

Foco na teoria

O curso da graduação é generalista e enfatiza as ciências humanas. Os três primeiros anos são essencialmente teóricos, com aulas de português, sociologia, teoria do estado e economia, além de matérias específicas do Direito: civil, constitucional, penal, comercial e medicina legal. Nos trabalhos práticos, o aluno atua como juiz ou advogado em simulações de julgamentos. Em geral, a carreira e a especialização a ser obtida numa pós-graduação começam a ser definidas no quinto ano, na escolha das disciplinas de formação específica. São obrigatórios o estágio e uma monografia para obter o diploma. Duração média: cinco anos. Aqui em São Paulo o melhor curso de Direito é da USP, Largo São Francisco, mas a OAB divulgou uma lista de faculdades recomendadas e entra elas estão PUC-SP, Mackenzie, Unisantos, PUC-CAMP. Para quem deseja saber mais sobre outras faculdades fora do estado o site é: http://www.oab.org.br/noticia.asp?id=1464

Salário inicial: R$ 1.749,49 (até um ano de inscrição na OAB; fonte:
Sindicato das Sociedades de Advogados dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro)

O que você pode fazer

Há duas grandes carreiras: Advocacia e Carreira Jurídica. Cada uma oferece várias áreas de especialização e atuação:

 ADVOCACIA

Representar empresas, instituições ou indivíduos e defender seus interesses e direitos nas seguintes áreas:

Arbitragem internacional: Resolver disputas comerciais, fiscais e aduaneiras entre países ou empresas e instituições
de diversas nacionalidades.

Direito civil: Representar interesses individuais e particulares em ações referentes a propriedade e posse de bens, questões familiares, como divórcios e heranças, ou transações de locação, compra e venda. Pode especializar-se em: direito das pessoas, dos bens, dos fatos jurídicos, de família, das coisas, das obrigações e das sucessões.

Direito administrativo: Aplicar a legislação que regulamenta os órgãos e poderes públicos em sua relação com a
sociedade.

Direito ambiental: Trabalhar em ONGs e empresas, lidando com questões que envolvam a relação do homem com o
meio ambiente, como a deterioração da natureza provocada pelas atividades de uma indústria.

Direito comercial: Intermediar as relações jurídicas no comércio. Aplicar as legislações federal, estaduais e municipais na abertura, no funcionamento e no encerramento de estabelecimentos comerciais.

Direito a tecnologia da informação: Analisar as questões jurídicas ligadas ao uso da nformática e às relações entre usuários, agentes e fornecedores, como rovedores de internet, empresas de softwares, bancos e lojas virtuais, entre outros.

Direito do consumidor: Aplicar as normas que concedem aos cidadãos direitos perante fornecedores de bens e serviços.

Direito contratual: Representar pessoas físicas ou jurídicas na elaboração e na assinatura de contratos de compra e venda de bens ou serviços.

Direito de propriedade intelectual: Preservar e defender os direitos de autores sobre sua obra e protegê-los de roubos e falsificações.

Direito penal ou criminal: Preparar e apresentar a defesa ou acusação em ações referentes a crimes ou contravenções contra pessoas físicas ou jurídicas.

Direito trabalhista e previdenciário: Representar pessoas ou empresas em disputas entre empregado e empregador, questões sindicais ou de previdência social.

Direito tributário: Cuidar de princípios e normas relativos à arrecadação de impostos e taxas, obrigações tributárias e atribuições dos órgãos fiscalizadores.

 CARREIRA JURÍDICA

Atuar em órgãos públicos de um município, de um estado ou da União, conduzindo investigações ou acompanhando e fazendo a intermediação do julgamento de ações ou processos. São quatro as áreas desta carreira:

Advocacia pública: Defender cidadãos que não podem pagar processos judiciais. Atuar como procurador municipal, estadual ou da União, representando seus interesses, zelando pela legalidade dos atos do Poder Executivo em ações como licitações e concorrências públicas.

Delegacia de polícia: Elaborar enquéritos policiais, chefiar investigações e emitir documentos públicos.

Magistratura: Julgar processos e expedir mandados de prisão, de busca ou apreensão. O juiz federal julga causas de interesse da União que envolvam tributos federais e previdência social. O juiz da justiça comum decide conflitos entre pessoas físicas,
jurídicas e o poder público que não digam respeito à União, como questões de família e de tributos estaduais e municipais.

Ministério público: Defender os interesses da sociedade perante o juiz, promover ações penais, apurar responsabilidades e fiscalizar o cumprimento das leis. O promotor de Justiça representa os interesses dos portadores de deficiência e dos ausentes. Tutela direitos da criança, do adolescente e da família e ocupa-se das causas sociais, como defesa do ambiente, dos direitos do consumidor e do patrimônio cultural e histórico. Como procurador da Justiça, o bacharel exerce essas mesmas funções, só que em tribunais.

Espero que tenham gostado! =)

Isabella Cotting

Odontologia: saúde dentária


Oi galera! Me atrasei um pouquinho pra postar, essa semana realmente foi corrida haha. Recebendo sugestões hoje resolvi falar de Odontologia. Apesar de todos saberem que o bachalerado em Odontologia se torna na maioria das vezes, mas há outros campos no mercado de trabalho, então resolvi mostrar pra vocês.

Odontologia é a ciência voltada para o estudo e o tratamento dos dentes, da boca e dos ossos da face. O dentista cuida da saúde e da estética da boca. Restaura, extrai e limpa dentes, projeta e instala próteses e realiza cirurgias. Também previne a cura de doenças da gengiva, da bochecha e da língua. Existem diversas especialidades, como a periodontia (tratamento da gengiva) e a dentística restauradora, voltada para as características anatômicas, funcionais e estéticas dos dentes.Para exercer a profissão é preciso registrar-se no Conselho Regional de Odontologia.

O curso inclui disciplinas da área de saúde e Ciências Biológicas, como anatomia, patologia, fisiologia, histologia, microbiologia, imunologia e bioquímica. As matérias profissionalizantes incluem radiologia, materiais dentários, dentística, endodontia, periodontia, cirurgia e traumatologia, próteses, odontopediatria, ortodontia, entre outras. No segundo ano, o aluno começa a treinar restaurações e demais procedimentos em aulas práticas de laboratório, utilizando um manequim odontológico. A partir do terceiro, passa a atender pacientes na clínica da faculdade. A duração média é de cinco anos. As faculdades PUC-PR, UEM, UFRGS, USP, Unesp, Unicamp, UFPA, UFU, UnB, UFRN, Asces e Cesupa possuem curso de Odontologia bem recomendados.

No mercado de trabalho assim como ocorre na Medicina e em outras carreiras na área de Saúde, a maior parte das faculdades de Odontologia está localizada no sudeste e sul do país. Portanto, nessas regiões, a concorrência é acirrada. Já no Norte, no Nordeste e no Centro-Oeste, há carência desse profissional, o que assinala a má distribuição de cirurgiões-dentistas pelo país.Na área privada, o mais comum é o formado primeiro trabalhar como funcionário em clínicas odontológicas, principalmente nas populares, para depois abrir o próprio consultório. Para o autônomo, as áreas mais aquecidas são a dentística restauradora, a endodontia, a odontopediatria e a implantodontia. Nesses casos, as capitais e as grandes cidades são os melhores mercados. Com o envelhecimento da população, a odontogeriatria também apresenta boas perspectivas.
Salário inicial: R$ 1.530,00 (mais 40% de insalubridade para jornada de 20 horas semanais; fonte: Sindicato dos Odontologistas do Estado de São Paulo).

 

O que você pode fazer?

Clínica geral: Restaurar e extrair dentes. Implantar próteses.

Dentística restauradora: Restabelecer a forma e a função dos dentes, clarear e corrigir sua estética.

Endodontia: Tratar alterações na polpa e na raiz dos dentes.

Estomatologia: Diagnostica e trata doenças da boca.

Implantodontia: Realizar cirurgias e próteses isoladas, parciais ou completas (dentaduras) nos maxilares, utilizando implantes.

Odontogeriatria: Cuidar da saúde bucal do idoso.

Odontologia legal: Fazer exame e perícia judicial e elaborar atestados e laudos técnicos. Identificar cadáveres pela arcada dentária.

Odontologia para pacientes especiais: Atender pacientes com necessidades especiais (pacientes em situação de risco ou que apresentam psicopatologias ou patologias físicas).

Odontologia em saúde coletiva: Atuar em planos de saúde e cooperativas e na montagem de programas de assistência social.

Odontologia do trabalho: Atender pacientes cuja atividade profissional traz risco à saúde bucal.

Odontopediatria: Tratar problemas bucais e dentes de crianças.

Ortodontia: Alterar a mordedura e a posição dos dentes com aparelhos.

Patologia bucal: Fazer exame laboratorial para identificar doenças.

Periodontia: Cuidar das gengivas e dos ossos que dão sustentação aos dentes, fazendo cirurgias, raspagens e outros procedimentos no entorno dos dentes.

Prótese dentária: Projetar e confeccionar próteses de dentes danificados ou substituir os destruídos, restabelecendo funções na mordedura e na mastigação.

Radiologia: Diagnosticar problemas na boca, na face e nos maxilares por meio de imagens de raios X.

Traumatologia e cirurgia bucomaxilofacial: Diagnosticar traumatismos, lesões e anomalias na boca, na face e no sistema estomatogmático (os órgãos que envolvem o sistema de mastigação, como maxilar, mandíbula e gengiva) e fazer cirurgias, implantes, transplantes e enxertos para recuperá-lo.

Engenharia Mecatrônica: O mundo das máquinas


Oi gente! Estou aqui pra postar sobre mais uma profissão. Vendo as profissões mais procuradas encontrei Engenharia Mecatrônica. Eu mesma tinha curiosidade de saber o que é e resolvi postar aqui pra vocês. Espero que gostem.

Para quem quer fazer Engenharia Mecatrônica projetará e instalará máquinas operatrizes convencionais ou automáticas que integram linhas de produção, além de gerenciar sua operação e manutenção. Pesquisa, desenvolve e implanta softwares para operar equipamentos e, em parceria com o engenheiro de produção, escolhe materiais e tecnologias a ser empregados na usinagem. Outra área de atuação encontra-se nas empresas do ramo metalmecânico, como metalúrgicas e fábricas de autopeças.

O curso para esse tecnólogo passa por uma constante transformação acompanhando a evolução dos equipamentos que se tornou cada vez mais complexos. Entre as matérias estudadas estão termodinâmica, dinâmica dos fluidos, tecnologia de dispositivos e processos de produção. Em laboratório, aprendem-se técnicas de tratamento térmico de materiais, construções motoras e sistemas hidráulicos e pneumáticos. Estuda-se bastante física, matemática, computação, eletricidade, eletrônica, máquina e automação.Essas disciplinas são complementadas ao longo do curso com o conhecimento de robótica, manufatura automatizada, óptica, microprocessadores e metrologia. Algumas faculdades oferecem uma formação específica como projetos e processos de produção, já outras focam em uma área determinada. A duração do curso é em média três anos.

O mercado de trabalho O tecnólogo encontra um bom campo de trabalho, principalmente no setor industrial, mas o mercado é concorrido. Existe boa procura pelo setor automotivo, em companhias. Também por empresas metalúrgicasm, nas fábricas de eletroeletrônicos e de autopeças. A maior demanda é pelo profissional que trabalhe com planejamento e gestão de projetos, mas também há oportunidades nos setores de instalação, manutenção, operação e supervisão de equipamentos de mecatrônica, como máquinas, ferramentas e robôs industriais. as empresas dão preferência a tecnólogos que tenham no currículo cursos que comprovem o domínio de ferramentas de desenho em computador e que saibam falar inglês. O domínio do alemão e do espanhol também é um diferencial importante. Salário inicial: R$ 2.550,00 (6 horas diárias; fonte: Confea/Crea).

Para quem gosta de exatas é um curso bem legal e vêm ganhando bastante nome no mercado. Comentem!

Por Isa Cotting 😀

A profissão do momento: Relações Internacionais


Oi! Meu nome é Isabella (como tá aí, Isa Cotting) e hoje vou inaugurar a nova coluna do Zuckerbook. Nessa coluna vou falar sobre profissões, o que cada uma faz, o mercado de trabalho, as melhores universidades, enfim o que todo nós queremos saber pra deixar mais claro as coisas nesse ano tão bagunçado.

Resolvi começar com Relações Internacionais que está se destacando bastante e por ser novo pouca gente sabe o que é. O bacharelado de Relações Internacionais é a condução das relações entre povos, nações e empresas nas áreas política, social, militar, cultural, econômica, comercial e do Direito. Sua função é de  promover o entendimento para facilitar acordos dessas áreas. Na prática esse bacharel analisa o cenário mundial, avalia as possibilidades de negócio, investiga mercados e aconselha investimentos no exterior. Promove entendimentos entre empresas e governos de diferentes países, abrinho caminho para exportação, importação e acordos multinacionais.

O curso de Relações Internacionais pode durar em média quatro anos. O currículo pode ser dividido em três grandes áreas: direito, economia e política. No curso se estuda matérias como sociologia, história e economia e também aulas práticas com negociações empresariais, diplomáticas e comerciais. Exige bastante o domínio de línguas estrangeiras sendo o inglês indispensável. As universidades que possuem esse curso e ganham destaques são: USP (Universidade de São Paulo), UnB (Universidade de Brasília) e UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Vale a pena lembrar que esse curso ganhou bastante destaque e por isso está muito concorrido então não perca tempo!

No mercado de trabalho acaba não sendo muito difícil, pois o Brasil está cada vez mais presente na política e no comércio exterior. Cada vez mais a presença desse profissional se torna essencial na hora das decisões que podem impactar os negócios da empresa. Esse profissional pode atuar em grandes empresas, ministérios, embaixadas, consulados, ONGs e bancos. Algumas multinacionais como: Danone, Ambev, Vale, Embraer e Unilever oferecem vagas de trenees que possam atuar no país ou no exterior. Para quem está interessado nesse curso é bem legal se informar sobre esses trainees para que possam saber como é o mercado de trabalho e ganhar experiência. O salário inicial é por volta de R$4.000,00 segundo a professora Janina Onuki, da USP.

Espero que eu tenha tirado algumas dúvidas e caso queira saber de alguma profissão pode me mandar sugestão. E por favor, sua opinião vale muito, então comentem 🙂

%d blogueiros gostam disto: