Arquivo da categoria: Vestibular

Fuvest anula questão de matemática da primeira fase do vestibular


A Fuvest anunciou nesta sexta-feira (2) a anulação de uma questão de matemática da primeira fase do vestibular aplicado no dia 27 de novembro. Foi anulada a questão 62, do caderno de provas “V”, e suas correpondentes nos demais cadernos (K-05, Q-37, X-73 e Z-51) (veja a pergunta anulada ao lado). A prova de primeira fase vai considerar, portanto, 89 questões. A lista dos convocados para a segunda fase será anunciada no dia 19 de dezembro.

Diz o enunciado: “Em um plano, é dado um polígono convexo de seis lados, cujas medidas dos ângulos internos, dispostas em ordem crescente, formam uma progressão aritmética. A medida do maior ângulo é igual a 11 vezes a medida do menor. A soma das medidas dos quatro menores ângulos internos desse polígono, em graus, é igual a: a) 315; b) 320; c) 325; d) 330; e) 335. A Fuvest considerou como correta a alternativa “b”.

“A primeira linha fala que o polígono é convexo. Se calculasse chegaria a um polígono que não é convexo contrariando o enunciado”, disse o professor Seno durante o chat ao vivo promovido pelo G1.

Glenn Van Amson, professor de matemática do Anglo, também aponta erro na questão número 62 da prova V, sobre geometria plana.

Fonte G1

Para ele, há um grave erro conceitual no enunciado e não há como a banca considerar o exercício. “Não existe polígono nas condições em que é apresentado e fica sem nexo. Não há resultado.” Amson defende que a questão seja cancelada para que não haja prejuízo aos candidatos.

A Fuvest também analisou questões de física e português contestadas por professores de cursinhos, mas não anulou nenhuma questão. Duas questões de física também foram apontadas como problemáticas pelo professor José Carlos Garcia, do Objetivo. Segundo ele, a questão 81 apresenta uma fórmula errada ao candidato. “Se o candidato usar a fórmula apresentada pelo enunciado ele chegará à resposta oferecida por uma das alternativas, o problema é que a grandeza física está errada”, avalia Garcia. O gabarito oficial considera como correta a alternativa “d”.

A questão 89, por outro lado, tem duas alternativas corretas: “a” e “e”. “O enunciado dá margem a duas alternativas que estão na prova”, diz o professor do Objetivo. O gabarito oficial dá como correta a altenativa “a”. “A Fuvest tem soberania para reconhecer o problema”, diz Garcia. Na avaliação dele, a Fuvest poderia anular a questão ou aceitar as duas respostas como corretas.

Fonte: http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2011/12/fuvest-anula-questao-de-matematica-da-primeira-fase-do-vestibular.html

Anúncios

Fuvest pode anular questões de português, matemática e física do vestibular 2012


A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) pode anular questões de português, matemática e física do vestibular realizado no último domingo (27), informou a instituição nesta terça-feira (29). Não foram divulgados quais itens estão em análise. Professores ouvidos pelo UOL Vestibular identificaram problemas de formulação em pelo menos três perguntas da prova.

Segundo a organização da prova, duas bancas estão avaliando os itens problemáticos e emitirão pareceres independentes, mas não há prazo para conclusão. Essas mesmas bancas vão decidir o que fazer, caso haja anulação: dar a pontuação a todos os candidatos ou diminuir o número de itens corrigidos.

Questão de matemática “impossível”

Professores de cursinhos ouvidos pelo UOL Vestibular no domingo afirmam que a prova de matemática da Fuvest teve uma questão impossível de ser resolvida, por fornecer dados errados que prejudicavam a resposta: a 62 da prova V (e suas correspondentes), sobre um polígono convexo de seis lados.

“Se você usar essa informação [a de que formava um polígono convexo de seis lados], acaba chegando em meia dúzia de ângulos que invalida a informação de que o polígono é convexo”, afirma Gregório Krikorian, do Objetivo. “Deve ser anulada, não tem como consertar. Não faz sentido o texto”, diz Glenn van Amson, do Anglo. “O duro é o candidato preocupado. Ele vai achar que errou conta, que entendeu errado. Essa questão atrapalha o candidato bom”, acredita Edmison Motta, do Etapa.

Em física, há mais problemas. Uma delas é questão 81 da prova V (e suas correspondentes). Segundo Ricardo Helou, do Objetivo, a fórmula apresentada está errada. Além disso, na 89, um dos esquemas (o II) tornava duas alternativas de resposta possíveis.

Fonte: http://vestibular.uol.com.br/ultimas-noticias/2011/11/29/fuvest-pode-anular-questoes-de-portugues-matematica-e-fisica-do-vestibular-2012.jhtm

Unicamp divulga locais de prova para a primeira fase do vestibular 2012; consulte


A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou nesta sexta-feira (4)  a relação de locais de prova da primeira fase do processo seletivo para ingresso em 2012. A prova da primeira fase será aplicada no dia 13 de novembro e a segunda etapa acontece entre os dias 15 e 17 de janeiro de 2012.

Consulte aqui: http://www.comvest.unicamp.br/vest2012/F1/localf1.html

Provas

As provas serão no mesmo formato do ano passado. Na primeira fase, o exame terá duas partes: a redação, em que o candidato precisará produzir três textos de gêneros diversos, todos de execução obrigatória, e a parte de conhecimentos gerais, com 48 questões de múltipla escolha. Na segunda fase, realizada em três dias, todas as provas serão discursivas, sendo:

  • 1º dia – prova de língua portuguesa e de literaturas da língua portuguesa e prova de Matemática;
  • 2º dia – prova de ciências humanas e artes e prova de língua inglesa;
  • 3º dia – prova de ciências da natureza.

 

A Unicamp anunciou que voltará a utilizar as notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para compor a nota final do vestibular. A utilização da nota é opcional e pode acrescentar até 20% da nota da primeira fase.

A previsão é que a primeira chamada seja divulgada no dia 6 de fevereiro. A matrícula está marcada para o dia 9 do mesmo mês.

Concorrência

A instituição recebeu 61.500 inscrições para o vestibular 2012 da instituição, um recorde histórico. A última edição do vestibular da Unicamp teve 57.209 inscritos. Em 2010, foram 55.484 candidatos cadastrados. Estão em jogo 3.444 vagas em 66 cursos Unicamp e dois cursos da Famerp (Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto).

Medicina é o curso mais concorrido, o que acontece desde que a instituição desenvolveu vestibular próprio, com 114,4 candidatos por vaga. Em seguida, aparece o curso de arquitetura e urbanismo, com 82,03 c/v, e medicina na Famerp, com 68,56 c/v. Confira aqui a demanda para todos os cursos.

Veja os dez cursos mais concorridos do vestibular 2012 da Unicamp

Curso Concorrência
Medicina 114,4 c/v
Arquitetura e Urbanismo 82,03 c/v
Medicina na Famerp 68,56 c/v
Engenharia Civil 47,39 c/v
Comunicação Social e Midialogia 42,47 c/v
Engenharia Química – Integral 41,48 c/v
Ciências Biológicas – Integral 35,16 c/v
Engenharia de Produção 33,68 c/v
Geologia 30,9 c/v
Farmácia 23,95 c/v

Fonte: http://vestibular.uol.com.br/ultimas-noticias/2011/11/04/unicamp-divulga-locais-de-prova-para-a-primeira-fase-do-vestibular-2012-consulte.jhtm

Slides Literatura Informativa – Material de Redação


CLIQUE AQUI e faça o DOWNLOAD dos Slides Literatura Informativa

Slides Humanismo – Material de Redação


CLIQUE AQUI e faça o DOWNLOAD dos Slides Humanismo

Slides Barroco – Material de Redação


CLIQUE AQUI e faça o DOWNLOAD dos Slides Barroco

Slides Arcadismo – Material de Redação


CLIQUE AQUI e faça o DOWNLOAD dos Slides Arcadismo

Marcha Contra a Corrupção


Movimento convocou protestos em 25 cidades em 18 estados no país.
Organizadores em Brasília planejam ONG para manter mobilização.

LEIA A REPORTAGEM DO G1

A segunda onda de protestos popularizada como Marcha Contra a Corrupção conseguiu mobilizar, novamente, milhares de manifestantes em várias capitais. Embora menos numerosa que a primeira edição, realizada no Sete de Setembro, a mobilização desta quarta-feira (12), feriado de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, ganhou novos temas.

Protestos foram convocados em ao menos 25 cidades de 18 estados em todas as regiões do país, principalmente articuladas nas redes sociais e blogs. Organizadores já planejam uma ONG para nacionalizar o movimento.

Em Brasília, que concentrou o maior número de pessoas – entre 7.000 e 10.000, segundo estimativas da Polícia Militar – os manifestantes levaram à Esplanada dos Ministérios novos temas.

Além da validação da Lei da Ficha Limpapara as eleições de 2012 e o fim do voto secreto nas votações do Congresso, houve também protesto contra uma eventual limitação dos poderes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão criado para fiscalizar os juízes.

Ainda neste mês, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar ação proposta pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) que visa a limitar o raio de investigação do CNJ. Ainda neste ano, o STF também julga a validade da Ficha Limpa. Já a discussão sobre o fim do voto secreto foi retomado no Congresso após a absolvição da deputada Jaqueline Roriz(PMN-DF).

Na capital federal, outros movimentos aproveitaram a marcha para outras reclamações. Algumas faixas pediam mais concursos do governo federal. Esposas de militares (proibidos de participar) também reivindicaram aumentos salariais.

Segundo um dos líderes do Movimento Contra Corrupção (MCC), Walter Rodrigues, o objetivo é que as manifestações adquiram um caráter nacional. Na próxima semana, eles irão discutir a possibilidade de transformar o MCC em uma ONG.

“Vamos fazer uma videoconferência com os representantes das cidades na próxima quarta ou quinta-feira para discutir como nacionalizá-lo”, disse.

Pelo país
Em São Paulo, a marcha se concentrou novamente na avenida Paulista, iniciada em caminhada a partir do Museu de Arte de São Paulo (Masp) por volta das 14h. Estimativas da Polícia Militar apontavam para a presença de 2.000 pessoas. Durante a mobilização, um homem foi preso por suspeita de quebrar o vidro de uma lanchonete Mc Donalds e de um banco. Na rua da Consolação, um grupo de punks com máscaras e panos enrolados no rosto se partiu para cima de outros manifestantes e da imprensa. No tumulto, uma mulher de 64 anos cortou o queixo ao cair na calçada.

No Rio de Janeiro, 2.000 pessoas caminharam pela orla de Copacabana, na Zona Sul, segundo a Polícia Militar.

marcha contra corrupção (Foto: Mauro Pimentel/AE)Marcha Contra a Corrupção se concentrou na orla de Copacabana (Foto: Mauro Pimentel/AE)

Em Belo Horizonte, a manifestação se concentrou na praça da Liberdade, região nobre da cidade e próxima à antiga sede do governo estadual. Segundo a PM, 200 pessoas apareceram. Manifestantes pediram ainda o imediato julgamento dos acusados de crimes no esquema do mensalão e a devolução aos cofres públicos de dinheiro comprovadamente desviado por políticos corruptos.

Em Goiânia, onde o governo contabilizou cerca de 1,2 mil pessoas, a marcha atraiu estudantes universitários, professores, profissionais liberais e donas de casa. A maioria foi vestida de preto e percorreu 4 km no centro da cidade.

Em Curitiba, cerca de 500 pessoas partiram da Universidade Federal do Paraná (UFPR) até ruas do Centro Histórico e foram até o Centro Cívico. Estudantes mascarados se misturaram com aposentados, caras-pintadas e ativistas. Não havia sequer uma bandeira de partido político. Durante a passeata, alguns moradores jogaram água nos manifestantes.

Em Salvador, a marcha percorreu o circuito Barra-Ondina, famoso por receber os trios elétricos de Carnaval. Cerca de 800 pessoas apareceram, com bandeiras, apitos, narizes de palhaço e caras pintadas. Entre jovens e crianças, foram vistos também juízes e advogados.

Em Recife, a marcha levou cerca de 300 pessoas à avenida Boa Viagem, ao som de apitaço e palavras de ordem. Várias mães aproveitaram o feriado, quando também se comemora o Dia das Crianças, para levar os filhos pequenos.

Em Fortaleza, trio-elétricos animaram a caminhada ao som de canções engajadas como “Brasil”, de Cazuza, e “Para Não Dizer que Eu Não Falei de Flores”, de Geraldo Vandré. Na capital cearense, estudantes expressavam revolta contra o que ficou conhecido como “escândalo dos banheiros”, esquema de desvio de dinheiro destinado a construção de banheiros populares que, segundo o Tribunal de Contas do Estado, chegou a um rombo de R$ 16 milhões.

Em João Pessoa, o público se concentrou no Busto de Tamandaré, e caminhou pela orla da praia. A mobilização foi organizada por entidades locais ligadas à advocacia e à imprensa.

 

FONTE: http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/10/segunda-marcha-contra-corrupcao-ganha-novos-temas.html

Unifesp abre inscrições do vestibular 2012 na segunda-feira


O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é etapa obrigatória do processo seletivo do Vestibular 2012 da Unifesp para todos os cursos de graduação, e a nota do Enem será aproveitada segundo os dois modelos de seleção: o Unificado (SiSU) e Misto. As inscrições começam nesta segunda-feira, 19, e ficam abertas até 28 de outubro.
Os candidatos se inscrevem pelo http://vestibular.unifesp.br, mediante o preenchimento de ficha de inscrição e pagamento de R$ 80 por meio de boleto bancário em qualquer agência bancária ou banco eletrônico. Os nomes dos candidatos com isenção da taxa foram divulgados nesta sexta, 16.
O candidato deverá assinalar na ficha de inscrição o curso pretendido, bem como indicar a cidade onde pretende realizar as provas. Elas serão realizadas em Bauru, Campinas, Diadema, Guarulhos, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. O candidato poderá ainda assinalar na ficha de inscrição até duas opções de curso.
No ato da inscrição, o candidato deverá indicar o número de inscrição no Enem 2011, pois a nota da parte objetiva será obrigatoriamente aproveitada. Quem tirar nota zero está desclassificado.
O candidato que se declarar de cor (ou raça) preta, parda ou indígena, e que tenha cursado o ensino médio exclusivamente em escola pública  poderá, na inscrição, fazer a opção pelo sistema de cotas.Enquanto o Enem está previsto para ser realizado nos dias 22 e 23 de outubro, as provas do vestibular misto da Unifesp serão realizadas em 15 e 16 de dezembro, das 14 às 18 horas.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,unifesp-abre-inscricoes-do-vestibular-2012-na-segunda-feira,773541,0.htm

UnB oferece 2.092 vagas no vestibular 2012; veja edital


A UnB (Universidade de Brasília) divulgou nesta sexta-feira (16) o edital do vestibular 2012 da instituição. Serão 2.092 vagas nos três campus da instituição -421 delas exclusivas para o sistema de cotas para negros. As inscrições começam no dia 26 de setembro, no site do Cespe (Centro de Seleção e Promoção de Eventos).

O edital do PAS (Programa de Avaliação Seriada) será divulgado nos próximos dias. Veja o calendário de provas:

Calendário UnB

Evento Data
Inscrições – PAS e vestibular 26.set a 16.out
PAS – Todas as etapas 3 e 4.dez
Vestibular – prova 10 e 11.dez
Prova de habilidades específicas 19 a 21.set

A UnB passa a oferecer neste vestibular os cursos de engenharia aeroespacial, engenharia química, teoria crítica e história da arte e bacharelado em educação física. A prova do final deste ano também terá as seguintes novidades:

  • As provas terão, no mínimo, quatro questões do tipo D, que são as “construídas pelos próprios candidatos, entre diagramas, gráficos, desenhos e textos” em cada etapa do PAS e em cada dia do vestibular. Elas também terão notas de corte: será necessário atingir, no mínimo, 20% da pontuação máxima disponível no conjunto de questões de todos os dias de exame;
  • Em pelo menos metade das questões tipo D será avaliado “desenvolvimento da habilidade de elaboração de texto em língua portuguesa”;
  • Redação passa a ser também classificatória (ela já é eliminatória) e será aplicada em cada uma das etapas do PAS (não só na terceira);
  • Será aberta a possibilidade de recurso para as provas de redação;
  • Os candidatos do PAS não poderão zerar nenhuma das provas objetivas, sob pena de serem eliminados;
  • Para os cursos de arquitetura e urbanismo, direito, administração, ciências contábeis e ciências farmacêuticas, que de manhã e à noite, haverá uma classificação unificada para o conjunto de vagas dos dois turnos.

As informaçoes foram fornecidas pela instituiçao e podem ser alteradas por ela sem aviso prévio. É recomendável confirmar datas e horários no site oficial.

Fonte: http://vestibular.uol.com.br/ultimas-noticias/2011/09/16/unb-oferece-2092-vagas-no-vestibular-2012-veja-edital.jhtm

%d blogueiros gostam disto: