Arquivos do Blog

Slides Arcadismo – Material de Redação


CLIQUE AQUI e faça o DOWNLOAD dos Slides Arcadismo

Paz: uma conquista impossível? – Grupo 2


Hoje em dia a maioria das nações dedica-se a combater o terrorismo provenientes dos países do ” Oriente Médio”. Enquanto o país decide adquirir novas tecnologias bélicas em exagero, o mesmo dinheiro poderia ser utilizado para financiar obras públicas e ajudar na segurança, saúde e educação do país e do povo. A corrida armamentista dos países forma uma espécie de “guerra invisível”, em que todos os países envolvidos nessa corrida estão preparados para um ataque a outra nação ou sua própria defesa.

Matheus N. Nunes Cruz

 

“Façamos a guerra para poder viver em paz”. Como a própria frase já nos diz a guerra pode ser uma etapa para podemos alcançar a paz em todos os sentidos desde o religioso até territorial.

Nasthasha Ladislau

 

Derivada do latim Pacem, paz pode se referir  à ausência de violência ou guerra. Porém, algumas pessoas pensam que teremos a paz quando eliminarmos o “mal” por meio das guerras. Tomamos a  guerra do Iraque por exemplo. O pretexto usado pelo então presidente George W. Bush para a invasão do Iraque foi o de que terroristas estavam desenvolvendo armas de destuição em massa, mas na verdade, o saldo desta guerra pela paz foram 132 mil mortos, sendo a  maioria civis, e nenhuma arma de destruição em massa encontrada. Foi realmente necessário esta guerra? Foi alcanaçada a paz? E a pergunta crucial, poderia ter sido resolvida de outra forma além da força?

Thiago Eller
 

 

A guerra mancha a história da raça humana. Criada com o próprio homem, vem evoluindo com ele e deixando manchas cada vez maiores e colocando um peso sempre maior sobre as crianças, forçando-as a conviver com isso. Mas esse péssimo hábito do homem não parece ter data pra acabar. Os Estados Unidos têm gasto tanto com armas que foi responsável por 48% dos gastos mundias com armamentos. A guerra custa caro, mas também traz seus lucros. Exemplos disso são a Guerra do Iraque e os diamantes de sangue. A invasão no Iraque permitiu aos EUA ter certo controle do petróleo que é explorado no país. Os diamantes na Libéria acabaram causando uma guerra civil no país, e por isso ganharam o apelido de diamantes de sangue, que são usados por pessoas que mau sabem a história desses diamantes. A guerra é um negócio, e bem lucrativo.

Além da guerra que não terá fim tão cedo, a própria paz parece ser algo impossível. Nunca houve, e nunca haverá um único dia em que o mundo inteiro viveu em uma harmonia única, sem haver sequer uma briga de vizinhos, no trânsito ou entre nações. A paz é algo utópico, que nos faz lutar para conseguir, mas mesmo assim, utópico.

Victor Alves de Araujo.

%d blogueiros gostam disto: